O que você precisa saber sobre NFTs

por: Daniel Bonela.

Postado em novembro 10, 2021

Eu digo que para ser bem-sucedido em qualquer carreira, é preciso ter, primeiramente, um olhar sobre a moda.

“Moda

substantivo feminino

  1. Conjunto de opiniões, gostos, assim como modos de agir, viver e sentir coletivos.
  2. o uso de novos tecidos, cores, matérias-primas etc. sugeridos para a indumentária humana por costureiros e figurinistas de renome.”

Moda nada mais é do que quem segue e quem dita — e quem dita hoje é o consumidor. Como profissionais de marketing, é importante observar tendências. Uma delas é uma sigla referente a algo que já existe desde 2014, mas tomou proporções gigantescas neste último ano: a NFT.

NFT,ou NFTs, é uma abreviação de Non Fungible Tokens ou, em português, Tokens Não Fungíveis.

De arte à música, de memes a panos de prato, de uma arma em um game a um tênis virtual, essas obras, ou melhor, assets virtuais estão sendo negociadas cada dia mais por alguns milhões de dólares.

Mas a NFT é mais do que estar na moda: ela pode ser uma vertente interessante para seu negócio. Principalmente, se ele tem uma estratégia de patrocínio com criadores de conteúdos, times e licenciamento de assets que mexam com o fanatismo das pessoas. Vamos te explicar adiante como!

Em primeiro lugar, o que é um NFT?

Um NFT é um ativo digital único e raro, representando objetos da vida real, como arte, música, itens dentro de jogos, vídeos, memes e muitas outras coisas.

Non Fungible, justamente porque não são. O que as pessoas recebem é um selo de autenticidade criptográfico. Igual quando você compra uma joia ou óculos ou relógio caros, que vêm com certificado que demonstra o valor daquele objeto. Só que nesses casos, torna-se quase impossível a falsificação devido à segurança da criptografia.

Esses NFTs são comprados e vendidos on-line, em e-commerces ou leilões virtuais através de criptomoedas ou até mesmo outras NFTs. Apesar de estarem aí desde 2014, somente agora os NFTs explodiram devido, também, ao mercado de artistas e influenciadores. Estima-se que desde 2017, já foram gastos US$ 174 millhões em NFTs.

Nem sempre os NFTs são únicos, não é a regra. NFTs podem fazer parte de uma coleção com edições limitadas e com identificadores únicos de cada série. Enquanto em uma época víamos a internet como algo ilimitado e aberto, agora estamos voltados a enxergá-la como algo mais  exclusivo. É como uma obra de arte ou edições colecionáveis, quanto menos unidades forem colocadas a venda e maior for a demanda, mais valiosa dado que traz maior status no universo digital.

Ser o único proprietário da versão digital de uma Mona Lisa, algo que só pode ser visto no Louvre, é incrível.

Agora que você já deve ter lido o meu artigo anterior, extrapole isso para o Metaverso[1]  e você terá uma casa virtual onde pode mostrar a sua obra digital.

Se tiver curiosidade em conhecer as coleções mais valiosas do mundo, dê uma olhada em https://coinmarketcap.com/nft/collections/

Para você imaginar, o primeiro lugar é dos Cryptopunks, uma coleção de arte digital pixelada, que está valendo já mais de US$ 1 bilhão.

Os NFTs entraram, também, no mundo dos games

Se estamos falando de novidades digitais, os games não podem ficar de fora. Uma nova categoria de jogos surgiu nos últimos meses — os chamados Play-to-Earn (Jogue para Ganhar), jogos como Axie Infinity https://axieinfinity.com/ já se transformaram em uma febre e tem pessoas ganhando mais de US$ 2.000 por mês jogando.

Apesar de existirem variações, o modelo de coleção do Axie Infinity é o mais famoso, onde você cria monstros (Axies), como Pokémons, e coloca-os para batalharem e subirem de nível. Não existe um Axie igual ao outro e você pode trocá-los e vendê-los com outros jogadores. Quanto maior o pedigree do seu Axie, mais valioso ele é.

O que faz uma pessoa comprar um ativo intangível?

Já parou para pensar em quantas pessoas interagem com dezenas, centenas e milhares de pessoas no universo virtual? Já pensou quantas pessoas veem seus stories versus quantas já viram os porta-retratos na sua casa? Se é que você ainda revela fotos.

Então porque não ter um quadro, uma foto ou gif memorável daquele time, ou creator, que você é fã virtual também? Te garanto que para  muita gente isso vale mais do que ter um quadro em casa. E vai ficar ainda mais valioso com a expansão do Metaverso.

Tem pessoas comprando por investimento também, pois assim como toda obra de arte, você pode negociá-lo a qualquer momento.

Como eu posso me aproveitar dos NFTs para alavancar o meu negócio?

Se quer entrar no mercado de NFTs, aqui vão três palavras-chave: experiência, exclusividade e status. Imagine que qualquer coisa pode ser criada e convertida em um NFT, mas se não gerar uma experiência incrível para o comprador, não for exclusiva e não lhe conceder um status, o valor desse NFT será muito baixo.

Aqui vão algumas ideias do que poderia ser transformado em NFTs:

  • arte
  • GIFs
  • memes
  • vídeos e grandes highlights
  • bastidores de uma gravação
  • colecionáveis
  • avatares virtuais
  • itens exclusivos em games
  • objetos feitos por designers, como tênis e móveis
  • música
  • fotos
  • até mesmo tweets já foram vendidos

Essencialmente, NFTs são como itens de colecionador, só que digitais. Então, ao invés de receber um quadro para pendurar na parede, o comprador está adquirindo um arquivo digital e é muito fácil associá-lo com artistas, mas marcas também estão se aproveitando dessa nova onda.

A NBA gerou mais de US$ 500 milhões em vendas até março deste ano com vendas de highlights de seus jogos. Um único highlight do LeBron James foi vendido por mais de US$ 200 mil.

A famosa marca de batatas Pringles lançou uma edição limitada de uma de suas embalagens. Esse novo sabor chamado CryptoCrips foi imaginado pela artista Vasya Kolotusha, tinha apenas 50 unidades e chegou a valer, na semana seguinte ao lançamento da ação, US$ 1933,89 cada unidade e continua a aumentar o seu valor. Todo valor arrecadado no leilão será revertido para a artista.

Aqui no Brasil, a Ambev, através da sua cervejaria Goose Island, disponibilizou 100 unidades NFTs da cerveja Bourbon County Stout, lançada uma vez por ano e com tiragem limitada. O rótulo é um dos mais raros e queridos da marca, e quem o adquirir receberá, também, uma NFT do rótulo.

No mercado de NFTs, o céu é o limite. Você pode até mesmo lançar coleções exclusivas, onde a venda é revertida para caridade e existem oportunidades muito grandes das marcas ganharem mais valor através do NFT. Basta não esquecer as três palavras: experiência, exclusividade e status.

Por aqui estamos debruçados, desenvolvendo experiências memoráveis para transformá-las em NFT com nossos clientes e assessorando-os a lançarem seus ativos nesse mercado através da nossa rede de parceiros especialistas neste tema. Produtos exclusivos geram desejo. Vamos juntos pensar em uma estratégia para a sua marca?


COMPARTILHE
× Como posso te ajudar?